Plasmódia

Perguntas frequentes

sobre cabos e cordas

Search

Perguntas gerais

O que são cabos e cordas?

Embora assumam um papel relativamente discreto, os cabos e cordas estão largamente presentes em nosso dia a dia.

O cabo ou corda é um feixe de fibras trançadas ou enroladas entre si, para permitir a tração de cargas, a fixação de objetos ou a segurança de pessoas durante a prática de esportes, escalada, rapel ou ainda em trabalhos em altura. Os cabos e cordas podem ser compostas de um único material ou uma associação de materiais, como fibras naturais (algodão, juta, sisal, linho, seda) ou sintéticas (poliamida, polietileno, polipropileno ou poliéster).  

Embora sua definição pareça simples, o processo de fabricação de uma corda é bastante complexo. As fibras utilizadas, o modo de entrelaçamento, a alma e a quantidade de pernas definida no processo de fabricação interferem em muitas características e aplicação da corda. 
Qual a diferença entre cabo e corda?
Os termos “cabo” e “corda” são intercambiáveis, ou seja, são utilizados para se referir ao mesmo objeto. Porém o termo “cabo” é frequentemente empregado no segmento náutico, para se referir a “corda”. A bordo de uma embarcação, contudo, o termo corda é reservado para a corda do relógio, sendo em vez dele utilizado o termo cabo. Já o termo “corda” é amplamente utilizado em diversos segmentos, desde pesca, a trabalho em altura e rapel 
Como saber se uma corda é boa?

Considere alguns fatores chave para determinar se uma corda é boa ou não, dentre eles estão: 

  • Material: a corda pode ser fabricada com diferentes materiais, como poliamida, poliéster, polipropileno, polietileno, entre outros. Cada material tem suas próprias características, como resistência, durabilidade, alongamento e facilidade de manuseio. Importante ressaltar que cordas fabricadas com matéria prima virgem garantem as propriedades estabelecidas pelo fabricante, garantindo assim a qualidade do produto. 
  • Diâmetro: o diâmetro da corda é imprescindível para saber sua carga de ruptura, ou seja, é fundamental para saber a sua resistência. Considerando cordas de uma mesma matéria-prima, quanto mais grossa for a corda, mais resistente ela será. 
  • Carga de trabalho: verifique a carga média a qual a corda será submetida quando em uso. Isso porque você deve utilizar uma corda que no mínimo suporte a carga trabalho.  
  • Flutuabilidade: caso você vá utilizar a corda na água verifique se a flutuabilidade dela é positiva ou negativa.  
  • Fabricante: escolha sempre uma empresa confiável para garantir que você está comprando um produto de qualidade. Procure verificar quais certificações que o fornecedor possui, anos no mercado, dentre outros fatores. 

Ao avaliar essas questões, você saberá se uma corda é boa para a tarefa em questão. Caso queira mais informações sobre como escolher uma corda, entre em contato com nossa equipe. 

Como medir o diâmetro de um cabo ou corda?

Para medir o diâmetro de um cabo ou corda, você pode usar um paquímetro ou uma régua. Se você for usar um paquímetro siga os seguintes passos: 

  • Abra o paquímetro e coloque a ponta da mandíbula fixa em uma extremidade da bitola do cabo ou corda; 
  • Feche o paquímetro até que a ponta da mandíbula móvel toque a corda; 
  • Leia a medida indicada no mostrador, esta é a medida do diâmetro do cabo ou corda.


Se você estiver usando uma régua

  • Encontre uma da ponta do cabo ou corda
  • Com a régua em mãos, meça a distância entre um ponto na borda da corda até o ponto oposto na borda, buscando manter a régua o mais próxima possível do centro
  • Leia a medida na régua. Esta é a medida do diâmetro da corda. 
  • Outra forma é colocar a régua em cima do cabo e medir a distancia entre as duas bordas do cabo ou corda, a medida encontrada será o diâmetro do cabo ou corda.

O cabo ou corda pode apresentar diferenças de diâmetro na sua extensão, assim meça diferentes pontos do cabo ou corda para obter uma média da medida. A média das medidas corresponderá ao diâmetro do cabo ou corda. 

Note que só será possível obter esta média com a régua, se utilizar o método de colocar a régua encima da corda. Mas indicamos utilizar o paquímetro, pois é a forma mais precisa de se obter o diâmetro do cabo ou corda.. 

Como são realizados os ensaios de resistência das cordas?

Através do equipamento “Dinamômetro” é um dispositivo que é utilizado para medir a força, pode ser medida de duas formas: em quilograma-força e em Newton. O resultados desses ensaios são declarados no certificado de qualidade do produto.

Como armazenar corretamente cabos e cordas?

Primeiramente limpe e inspecione o cabo ou corda. Juntamente com isso, armazene o cabo ou corda em um local seco, arejado, longe de produtos químicos e exposição ao sol. 

Como inspecionar e manter cabos e cordas em bom estado?

Para inspecionar um cabo ou corda você deverá verificar toda a sua extensão visualmente. Busque rasgos, desgastes, deformações, descolamento da capa com a alma, estado de costura e emendas, sinais de contaminação com produtos químicos através da descoloração, além do alongamento e do cabo e corda. Lembre-se que a inspeção do cabo ou corda deverá ser efetuado antes e depois do uso para garantir a segurança. 

Qual a diferença entre cabos ou cordas trançados e torcidos?

A principal diferença entre cabos e cordas trançados e torcidos é a sua construção. A corda torcida se dá pela torção de fios agrupados, como o próprio nome já diz. Já os cabos e cordas trançados são formados por um conjunto de fibras entrelaçadas em uma sequência de padrões específicos. A escolha do cabo ou corda ideal, irá depender das suas necessidades. Qualquer dúvida, conte com nossa equipe. 

Quais os cuidados básicos para manter com a corda?

Os cuidados básicos para manter cabos e cordas em boas condições incluem: 

  • Proteger contra superfícies abrasivas ou pontiagudas. 
  • Lavar os cabos e cordas em água corrente no caso de exposição a produtos químicos, sujeira e água salgada. 
  • Armazenar os cabos e cordas protegidos da exposição ao sol e calor e produtos químicos. 

Lembramos da importância de inspecionar os cabos e cordas regularmente em busca de desgaste e danos, sempre seguindo as instruções do fabricante. 

O que são metragens especiais?

Metragens especiais são aquelas que excedem os limites que o fabricante produz normalmente. A Plasmódia pode fabricar metragens especiais caso você necessite, procure nossa equipe para mais informações. 

Como usar cabos e cordas com segurança?

Para usar cabos e cordas com segurança, é importante seguir algumas orientações, como: 

  1. Escolher o tipo de corda ou cabo adequado para a atividade que será realizada.
  2. Verificar o estado da corda ou cabo antes de usar, procurando por danos ou desgaste.
  3. Caso seja necessário utilizar equipamentos de proteção individual, como luvas, capacete e óculos de proteção.
  4. Amarre a corda ou cabo de maneira segura e adequada para a atividade que será realizada.
  5. Não exceder a capacidade de carga recomendada pelo fabricante.
  6. Evitar dobras ou torções excessivas na corda ou cabo.
  7. Manter a corda ou cabo limpos e livres de substâncias corrosivas.
  8. Não utilizar cordas ou cabos com defeito ou desgaste excessivo.
  9. Realizar inspeções regulares na corda ou cabo para verificar seu estado de conservação.
  10. Seguir as normas e procedimentos de segurança do local de trabalho.
Quais são as cordas mais resistentes?

A resistência de uma corda depende de diversos fatores como qualidade do material usado, construção e o seu diâmetro. Mas nem sempre a corda mais resistente é a mais indicada para sua atividade. Isso pode parecer contraintuitivo, mas é extremamente relevante. Uma vez que determinadas atividades requerem características além da resistência. Por exemplo, o rapel, a corda não pode ser pesada, pois deverá ser carregada por um caminho longo. Além disso, deve ter um alongamento específico para esta atividade, ter uma boa pegada e também ter a resistência adequada para suportar uma pessoa em queda. Neste caso, a corda não será a mais resistente de todas, mas sim a adequada para esta atividade. 

Entre em contato com nossa equipe para verificar a melhor corda para sua necessidade. 

Qual a diferença entre o prazo de validade e vida útil?

O prazo de validade é estabelecido pelo fabricante para estipular o prazo máximo que cabos e cordas mantêm suas propriedades. Ou seja, após esta data o produto perde sua eficácia e segurança, e deve ser substituído. Já a vida útil se refere ao tempo que o cabo ou corda permanece em condição de uso. Este prazo depende das condições as quais os cabos e cordas são expostos e armazenados. Sendo assim, a vida útil pode ser menor ou igual a data de validade, dependendo do manuseio, manutenção e armazenamento dos cabos e cordas. 

Como descartar cabos e cordas usados de forma segura e responsável?

A forma mais correta de se descartar cabos e cordas é levá-los para uma empresa especializada em reciclagem de materiais. Estas empresas poderão utilizar as cordas usadas para a fabricação de novos produtos evitando o descarte em aterros sanitários. Nunca descarte cabos e cordas em lixo comum. 

Veja mais

nos e amarras

Nós e amarras

Nós e amarras são presentes no dia a dia de todos que trabalham com cabos e cordas, sendo assim conhecer os principais é primordial.

plasmodia-noticia-historia-das-cordas-minicapa

História das cordas

As cordas têm sido utilizadas há milhares de anos para diversas finalidades, desde a pesca e caça até a construção de edifícios e a navegação em alto mar. Conheça um pouco mais sobre essa história!

Precisa de ajuda para encontrar a corda ideal?

Para cada tipo de atividade ou segmento, escolher a corda correta é fundamental. Descubra a corda ideal para você.
cabos e cordas para trabalho em altura

Quer saber mais sobre os produtos Plasmódia?

Clicando acima você aceita as Políticas de privacidade deste site.

Cookies e Privacidade

Utilizamos cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência possível em nosso site. Ao clicar no botão abaixo ou continuar a visualizar a página, você concorda com nossa política de privacidade.